O jejum de Daniel PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 6
PiorMelhor 
Escrito por Comunidade Cristã Ministério da Fé   

Autor: Comunidade Cristã Ministério da Fé
O jejum descrito em Daniel 10:2,3 foi o jejum que Daniel escolheu fazer, naquela ocasião específica, com um propósito específico e o seu jejum é o seu jejum, não tem que ser igual ao de Daniel, é seu, individual, algo entre você e o Senhor. Você faz um propósito diante de Deus, buscando algo específico e inicia o seu jejum seguido de oração específica em relação ao que se está buscando no Senhor. Jejuar por jejuar, como um fim em si mesmo, sem estar buscando algo na presença do Senhor é religiosidade vazia, não serve para nada, a não ser para debilitar o teu corpo que é templo do Espírito Santo. Mas se você quer fazer o mesmo jejum de Daniel, é simples, o que é manjar desejável para você? Uma maionese bem temperada? Feijoada? Moqueca baiana? Chocolate? Sorvete? Aquela sobremesa? Seja lá o que for deixe de comer por 21 dias, que foi o tempo que durou o jejum de Daniel. Também não coma carne, nem tome vinho ou suco de uva durante esse período, se você quiser, fique só na água, pois nos tempos de Daniel, na região em que ele vivia, o que tinha para beber era vinho e água, uma coisa ou outra. E não se perfume nem se maquie nesse período, pois Daniel também ungiu o seu corpo com ungüento, mas não deixe de limpar, de tomar banho, de se apresentar com uma boa aparência, pois Daniel tinha um alto posto na corte persa e durante essas três semanas ele continuava com a responsabilidade de se apresentar com boa aparência diante de toda a corte do rei. Por fim, não esqueça do que Jesus disse: "Quando jejuardes, não vos mostreis contristados como os hipócritas, porque eles desfiguram os seus rostos, para que os homens vejam que estão jejuando. Em verdade vos digo que já receberam a sua recompensa. [17] Tu, porém, quando jejuares, unge a tua cabeça e lava o teu rosto, [18] para não mostrar aos homens que estás jejuando, mas a teu Pai, que está em secreto. E teu Pai, que vê em secreto, te recompensará manifestamente" (Mateus 6:16-18).